quarta-feira, 18 de maio de 2011

FÊNIX DO AMOR

Nosso amor

Tal qual a Fênix

Vive em autocombustão

Explode, morre e renasce da paixão

Quando Leva no voou

A pesada carga das mágoas

De todas as palavras omitidas

Explode no vento

E se banha em rio de lágrima

Para renascer de alma lavada

Esse amor...

É ave de fogo!

Renasce das cinzas

Com as chamas do passado

Um novo ciclo da paixão

Vida longa

Imortalidade

Supremacia do amor

O aval da razão

O amor não tem cor

Nem explicação

Às vezes é escrito

Com a tinta vermelha de dor

Sobre a pena da fênix

Prá renascer o verdadeiro amor...

(Cleonice Ap. Iori Rosa)

Um comentário:

  1. RESSURGIR DAS CINZAS COMO A FÊNIX
    DO AMOR VEJA MEU ANJO : SITE!

    ResponderExcluir